Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó

Seguidores

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

CATAVENTO



CATAVENTO

Olhei o catavento
Catando o vento no litoral
Do meu tormento

Este Poema faz parte do meu livro NUVENS
Para adquirir, entre em contato


Email   arnoldopimentel@gmail.com
           arnoldopimentelfilho@hotmail.com  (MSN)
Tel       21-8243-2124

20 comentários:

  1. Arnoldo

    Belíssimos : haicai e ilustração

    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Ventos a farfalhar os mais profundos sentimentos...

    À ti Arnoldo, um grande abraço e tenha um final de semana de paz!

    Deus seja contigo

    ResponderExcluir
  3. Quanta beleza à no rodopiar de um catavento. Um bom restinho de domingo e uma excelente semana.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  4. Que esse vento leve pra longe todo e qualquer tormento..abraços de bom dia pra ti amigo.

    ResponderExcluir
  5. Você é primoroso em lidar com as palavras e o haicai parece nascer de forma tão espontânea, aqui!

    Bjs e sucesso!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Olá Arnoldo,
    Lindo verso,
    Lindo vento.
    Lindo catavento.

    Um beijo, amigo.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  7. Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

    ResponderExcluir
  8. lINDOo-LindoO..

    sAUDADES DO aMIGO..

    ÓTIMA TARDE POETA...

    BJS..Darlene Alves..(",)

    ResponderExcluir
  9. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Flores no Jardim. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Arnoldo, tudo bem?
    Esses tormentos que parecem ventos catados!
    Maravilhoso, como sempre!
    Grande beijo e excelente fim de semana.
    Obrigada pelo carinho lá no Humoremconto.

    ResponderExcluir
  11. SUMIU
    A chuva caiu
    o sol se escondeu
    o gatinho sumiu.

    ResponderExcluir
  12. Lindo... mesmo!

    Andei arriscando uns haikais...

    não sei se levo jeito pra isso!!!

    Dá uma espiadinha, vou adorar sua opinião!


    http://kiromenezes.blogspot.com/2011/10/lagrima.html

    Bjs querido, bom ter sua presença sempre!!!

    ResponderExcluir
  13. Que sejas feliz.
    É tudo que quero.

    Bjsssssssssssss//

    ResponderExcluir
  14. cada tormento tem o seu litoral de onde germinam todos os ventos. felizmente que, por vezes, são meras brisas.
    um abraço, arnoldo!

    ResponderExcluir
  15. Uma bela semana de versos pra ti meu amigo...abraços fraternos.

    ResponderExcluir
  16. "Se eu gosto de poesia? Gosto de gente,
    bichos, plantas, lugares, chocolate, vinho,
    papos amenos, amizade, amor. Acho que
    a poesia está contida nisso tudo."

    Carlos Drummond de Andrade


    Bom FDS....Beijos & Flores...M@ria

    ResponderExcluir
  17. Como sempre lindo.
    Te desejo muita sorte e sucesso com o livro.
    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Que beleza em versos meu amigo!!
    Mais um momento que é poesia pura!!
    Aplausos meu amigo
    Bea

    ResponderExcluir