Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó

Seguidores

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

CINEMA MUDO



Cinema mudo
De frente para a tela
Ruas escuras

Arnoldo Pimentel

11 comentários:

  1. Tal como a vida que por vezes também fica muda e nos leva por caminhos tristes e sinuosos.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  2. E muitos sentimentos a gritar,,,abraços de boa noite...

    ResponderExcluir
  3. Quando o silêncio se instala, difícil fica o entendimento. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Uma bela noite pra ti meu amigo e ótima sexta feira...abraços...

    ResponderExcluir
  5. Poeta,ruas escuras que guardam tantos sentimentos!Um belo haicai!bjs e bom domingo!

    ResponderExcluir
  6. O que nos emudece
    Dentro da escuridão
    Faz-se poesia

    Tua poesia inspirou-me! Grata.

    Beijos,

    Anna Amorim

    ResponderExcluir
  7. Lindo!!!!
    Na maioria das vezes os melhores sentimentos não fazem nenhum ruído.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  8. Oi amigo,
    Vi seu comentário no blog e vim correndo ver se tinha novidades. Quando voltas a postar??
    Saudade imensa de ti.
    Um xero!!!

    ResponderExcluir
  9. Inda bem que seu haicai não é mudo.

    ResponderExcluir
  10. O vazio e a escuridão estão repletos de possibilidades.
    Beijos, poeta.

    ResponderExcluir