Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó

Seguidores

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

CAOS



Ninguém faz nada
Parece não existir
Mas está ali


13 comentários:

  1. Nada sobrará

    Que será de mim
    A teoria do caos
    Certeza do fim

    ResponderExcluir
  2. Limerique

    Um dia com certeza será o fim
    O caos se instalará, ai de mim
    Findará o universo?
    E o fazedor de versos?
    Por que será que tem que ser assim?

    ResponderExcluir
  3. E assim impotentes caminhamos nós rumo ao caos
    Arnoldo, verdade incontestável.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Às vezes paramos e apenas vemos a vida passar.

    ResponderExcluir
  5. Olá, amigo. Quantas verdades! Quem sabe ainda haverá mudanças? Bjos e obrigada por ter passado lá no meu cantinho. Uma boa semana!

    ResponderExcluir
  6. E assim caminha a humanidade meu amigo Arnoldo...
    Infelizmente.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  7. Arnoldo, caro amigo!
    Primeiro quero te agradecer pela presença lá no meu blog, fiquei muito contente!

    Maravilhosa capacidade que você tem de dizer tanto em poucas palavras...
    E há muita coisa que parece invisível, mas está ali, onde deve existir a mudança.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde, Arnoldo. É verdade, amigo. Muita coisa acontece aos nossos olhos, mas aos do governo, parece que são cegos, ou querem ser.
    Isto serve para muitas outras situações.
    Muito bom.
    Você conseguiu atingir a amplitude em poucas palavras.
    Beijos na alma.
    Obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir
  9. Olha-se, apenas, sem nada ver. Bjs.

    ResponderExcluir